quarta-feira, 25 de março de 2015

Morphy: o primeiro prodígio norte-americano.




L. Paulsen x P. Morphy
New York, 1857
Posição após 17. Da6 ...
No século XIX ,o xadrez como conhecemos hoje era basicamente uma prática europeia. Naquele continente estavam os mais renomados mestres, inclusive aqueles, como Anderssen, que ostentavam o título não oficial de 'Campeão do Mundo'. Porém, o xadrez se praticava já em outras áreas do planeta.

Em 1857 se jogou o primeiro Campeonato dos EUA, que consagrou Paul Morphy, um jovem ex-menino prodígio que, já bacharel em Direito mas muito jovem para advogar, tirou um ano sabático para dedicar-se mais seriamente ao xadrez. O adversário de Morphy nesta partida, o outro finalista do torneio, Louis Paulsen, foi o único a vencer uma partida contra Morphy em todo o evento e viria a ser depois um dos melhores jogadores do mundo entre 1860 e 1870 e passou para a posteridade como o criador de inúmeros sistemas de aberturas, inclusive a variante Paulsen da Defesa Siciliana. Esta partida não teve em Paulsen o efeito avassalador observado em outros derrotados de forma brilhante e marcante. Ele continuou jogando bem e o auge da sua carreira ainda viria alguns anos depois, quando empatou um match pelo campeonato mundial com Anderssen em 1862.

A partida em questão, sobretudo o desfecho a partir do diagrama mostrado acima, deu fama mundial a Morphy, pois foi publicada em periódicos europeus. Foi esta partida o estopim para a turnê de Morphy pela Europa entre 1858e 1859. Ao retornar de sua bem sucedida viagem (da qual o único ponto negativo foi não ter conseguido enfrentar Stauton, então campeão europeu, mas que recusou todos os desafios de Morphy), ele abandonou o xadrez de competição (como faria mais de um século depois outro gênio norte-americano) e nunca conseguiu ser visto com seriedade no meio legal, quando tentou firmar profissão. Morreu precocemente aos 47 anos de idade.

A partir da posição acima, as negras demonstram a fragilidade da posição branca (que tem praticamente 3 peças isoladas da ação principal) com um fantástico sacrifício de Dama, como se diz em Tartakower e Du Mont, "um dos mais famosos sacrifícios de Dama da literatura do jogo":


17... Df3!! 18. gf3 Tg6+ 19. Rh1 Bh3 20. Td1? (Com jogo perfeito, as pretas tem mate em 6 jogadas a partir de agora. Seria bem melhor 20. Dd3, mas depois de 20. … f5 21. Td1 Bg2+ 22. Rg1 Bf3+ 23. Rf1 Bd1 24. Dc4+ Rh8 as pretas tem vantagem decisiva) Bg2+ 21. Rg1 Bf3+ 22. Rf1 Bg2+ (Vários mestres que analisaram a partida afirmam que 22...Tg2! seria mais rápido, pois seguiria por exemplo com 23. Dd3 Tf2+ 24. Rg1 Tg2+ 25. Rf1 Tg1#. Em Tartakower  e Du Mont se fala algo interessante em defesa de Morphy: provavelmente ele já tinha visto toda a sequência vencedora mais longa e jogou no automático) 23. Rg1 Bh3+ (Melhor 23. … Be4+ 24. Rf1 Bf5!25. De2 forçado … Bh3+ 26. Re1 Tg1# ) 24. Rh1 Bf2 25. Df1 (A entrega da Dama é forçada para postergar o mate.) 25... Bf1 26. Tf1 Te2 27. Ta1 Th6 28. d4 Be3 e as brancas abandonam 0-1.

Nenhum comentário: