Páginas

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Lançamento: Anuário Enxadrístico do Ceará 2010






Do  Brasil Xadrez:
"No próximo dia 19 de maio, quinta-feira, no auditório da Biblioteca Pública Governador Menezes Pimentel, em Fortaleza (ao lado do Centro Cultural Dragão do Mar), a partir das 19 horas, o professor Ari Maia lançará a 1ª edição do Anuário Enxadrístico do Ceará. O trabalho é um resgate de toda a produção enxadrística do estado no ano de 2010. Foram reunidas 1056 partidas, jogadas por 281 jogadores. No Anuário registrou-se todas as partidas pensadas que foram jogadas em território cearense e aquelas jogadas por jogadores cearenses que, bravamente, cruzaram nossas fronteiras para disputarem torneios fora do Ceará. Se você jogou uma só partida em 2010 e registrou em súmula a partida, ela estará por lá. O Anuário serve como subsídio na preparação dos jogadores em torneios. Quem nunca perguntou para outro colega: "O que o fulano joga de negras? Pois amanhã jogo com ele". Não precisará mais perguntar, pois no Anuário tem um índice onomástico, com o nome do jogador e a referência onde encontrar a partida dele. Há partidas de Grandes Mestres, assim como dos mais eficientes capivaras do xadrez cearense e, claro, dos jogadores intermediários. O material é o maior e mais completo resgate da produção enxadrística cearense. Torneios memoráveis como o Aberto do Brasil de Fortaleza estão contemplados no material, assim como torneios menores. Por motivos óbvios, não foram contempladas as partidas do xadrez rápido, nem relâmpago. Durante o evento de lançamento, haverá uma homenagem ao belíssimo trabalho realizado pelo professor Wesley, do clube de Xadrez da Biblioteca Pública. Todos estão convidados. Aos interessados em adquirir o material, teremos um espaço de vendas. O livro que tem 330 páginas, uma seção de fotos e uma outra com partidas comentadas, custará R$ 50,00. A capa do livro é obra do Anderson Mauro, também conhecido como Mineirinho."

Louvável ideia e iniciativa do Prof. Ari Maia, incansável lutador pelo progresso do xadrez Alencarino e brasileiro. O xadrez do Ceará, berço de tantos campeões brasileiros em outros tempos, terá nessa obra uma homenagem e um incentivo para que reencontre novamente seu merecido local no cenário enxadrístico nacional.
Infelizmente não estarei na capital cearense na data do evento, mas já reservei o meu exemplar por telefone.

Um comentário:

Milena disse...

Com certeza irei adquirir meu exemplar. Afinal, tem partida minha por lá! Rs